terça-feira, 28 de setembro de 2010

Da Avaliação do Processo de Aprendizagem

Art. 182. A avaliação da aprendizagem é um elemento do processo pedagógico que visa subsidiar a construção do conhecimento, orientar a prática educativa docente e discente, tendo em vista o alcance dos objetivos do projeto pedagógico do curso.
Parágrafo Único. A avaliação terá uma perspectiva processual e quando couber, interdisciplinar, realizada a partir de critérios explícitos, definidos com a participação dos docentes e discentes no plano de ensino da disciplina ou componentes curricular.

Art. 183. A avaliação do processo de aprendizagem será feita durante o período letivo, considerando os aspectos qualitativos e quantitativos, compreendendo:

I – a produção acadêmica coletiva e/ou individual;

II – a freqüência às atividades de ensino, pesquisa e/ou extensão;

III – a auto-avaliação discente e docente.


Art. 184. Será considerado reprovado na disciplina ou componentes curricular, o estudante que não obtiver setenta e cinco por cento da freqüência às atividades didáticas respectivas realizadas no período letivo, qualquer que seja o resultado do aproveitamento.

Art. 185. Durante o período letivo deverão ser efetuadas, no mínimo, três verificações parciais, devidamente programadas, de acordo com os artigos 183 e 184 deste Regimento Geral.

Art. 186. Às avaliações parciais e final de aprendizagem serão atribuídas notas, numa escala de zero a dez, computando-se as médias até a primeira decimal, desprezando-se as demais, sem levar em conta regras de arredondamento.

(REGIMENTO GERAL DA UNEB, p. 66)
Fonte: http://www.uneb.br/wp-content/themes/uneb/docs/regimento_geral.pdf

2 comentários:

  1. A turma de Educação Física,da Plataforma Freire,Uneb Irecê,é maravilhosa ,uma relação de amizade incrível.Amo todos vcs!!bjos

    ResponderExcluir